Recruta dos BV Terras de Bouro equivale a 30% do efetivo

Quando em 2018 o comandante dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro tomou posse afirmou que “o reforço do quadro ativo é uma prioridade”.

“Espero conseguir superar alguns desafios colocados à instituição como, por exemplo, a falta de elementos no corpo ativo”, disse onde José dos Reis Amaro.

A verdade é que esse desafio foi superado, pois, atualmente, e depois de passar uma crise pandémica e a constante desertificação do interior, o comandante tem atualmente 26 elementos a concluir a parte final da recruta.

“Esta recruta é o equivalente a 30% do efetivo. Para nós é muito importante. Pois num concelho como o de Terras de Bouro, onde a fixação de pessoas é um problema, conseguimos ter uma recruta forte e que será fundamental para o futuro desta instituição”, afirma José dos Reis Amaro.

Os novos elementos, que entram em exame final já nos primeiros dias de julho, têm idades entre os 17 e os 41 anos, alguns já formados e prontos para “defender” o concelho de Terras de Bouro, um território exigente, pois quase metade da área de Terras de Bouro está dentro da “jóia portuguesa” e único Parque Nacional, o Peneda-Gerês.

“ Estes novos bombeiros são um reforço do voluntariado na nossa terra. Desta recruta tiveram que sair dois para fora do país. A emigração é uma realidade que nos contraria diariamente a disponibilidade do quadro ativo. Mesmo assim estamos na luta, somos uma força resiliente”, disse o comandante dos BVTB.

Atualmente o quadro ativo dos Bombeiros de Terras de Bouro é de 60 elementos.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top